Ultimas Notícias

Miracema deve pagar salários atrasados dos/as professores/as até o dia 30


Professores/as da rede municipal de Miracema do Tocantins devem receber até o fim do mês de junho o pagamento do salário de dezembro e resquícios do 13° salário referente ao ano de 2016.

A medida é resultado de um acordo realizado entre o presidente do SINTET Regional de Miracema, Iata Anderson Vilarinho com o prefeito de Miracema, Moisés da Costa (PMDB), realizado na segunda-feira, 13 de junho, na prefeitura de Miracema.

A reunião teve como objetivo discutir as reivindicações dos/as trabalhadores/as em educação da rede municipal, que além dos salários em atraso, requer outros itens como: o enquadramento dos/as professores/as do concurso de 2007 e a efetivação da Comissão da gestão do plano de carreira do magistério.

No acordo entre sindicato e prefeitura ficou estabelecido que o pagamento dos salários em atraso deva acontecer na Folha de Junho de 2017. De acordo Iata Vilarinho, o prefeito garantiu o pagamento para a Folha de junho. “O prefeito mencionou que estes pagamentos ainda não foram feitos devido os recursos da Educação estarem retidos em uma conta bancária via decisão judicial. E que ainda que não aconteça o desbloqueio dos recursos, Moisés disse que irá contrair empréstimo junto à instituições financeiras para providenciar o cumprimento do acordo de pagar os salários atrasados”, disse Iata Vilarinho.

Já a comissão de gestão do PCCR está prevista para ser homologada nos próximos dias. A homologação é necessária para que o enquadramento dos professores/as aconteça.

Para o SINTET, a reunião foi propositiva, pois destrava a pauta dando encaminhamento as demandas apresentadas, propondo soluções e principalmente apresentando prazo para o cumprimento da pauta em debate. “Nossa expectativa é que o prefeito cumpra com o acordo realizado”, disse Vilarinho.

A reunião contou com a participação do prefeito, Moisés da Costa, da secretária municipal de Educação, Silvia Siqueira e da assessoria jurídica do executivo municipal, do presidente do SINTET Regional de Miracema e de representantes dos locais de trabalho.