Ultimas Notícias

IGEPREV responde cobranças do SINTET sobre lentidão de aposentadorias

Após o Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (Sintet) cobrar agilidade na tramitação dos processos de aposentadoria, o presidente do Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Tocantins (IGEPREV/TO), Sharlles Fernando Bezerra Lima, respondeu que a gestão atual vem tomando diversas ações para dar agilidade às análises processuais dos segurados, em especial aos segurados do quadro da Educação.

Em ofício enviado ao sindicato, o presidente do IGEPREV informou que o Instituto tem trabalhado em parceria com a Seduc a fim de regularizar os procedimentos necessários para certificação dos processos de aposentadoria, pensão por morte e revisões.

Em relação aos processos de revisões foi informado que o instituto realizou um trabalho junto a PGE e que no último mês de outubro foi elaborado um parecer referencial quanto à aplicação do Piso Salarial do Magistério, o que permitiu acelerar os processos em questão. Segundo o presidente do IGEPREV, após o parecer foram emitidos mais de trezentos processos de revisão de benefícios dos professores, e que só no mês de dezembro de 2018 foram atendidas mais de 120 revisões, os demais processos serão encaminhados em janeiro de 2019.

A cobrança do sindicato tem como premissa dar celeridade no andamento dos processos, uma vez que estes continuam demorando demasiadamente e essa morosidade acaba deixando os segurados apreensivos. “Nossa preocupação é garantir a agilidade das aposentadorias dos professores, pois são profissionais que ao longo de suas vidas contribuíram exaustivamente no cumprimento de sua carreira e necessitam usufruir do direito ao afastamento remunerado das atividades”, disse o presidente do Sintet, José Roque Santiago.