Ultimas Notícias

SINTET se posiciona sobre PL que dispõe sobre a reestruturação administrativa de Gurupi

Gurupi, 24 de janeiro de 2019

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (Sintet), através da Regional de Gurupi, se posiciona contrário ao Projeto de Lei de autoria do executivo municipal, que dispõe sobre a reestruturação administrativa municipal de Gurupi.

O Sintet repudia qualquer reforma administrativa que comprometa os Planos de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) dos servidores públicos municipais, em especial da Educação, bem como o enquadramento, e que sinalize a perda de outros direitos anteriormente adquiridos.

O projeto de lei que prevê a reforma administrativa foi protocolado na Câmara de Vereadores na última sexta-feira, 18, e tem como prerrogativa criar cargos comissionados, bem como garantir o aumento os salários dos ocupantes destes cargos em quase 100%.

O Sintet também repudia a atitude do Presidente da Câmara Municipal de Gurupi, Wendel Gomides, em convocar os vereadores para Sessão Extraordinária, prevista para ser realizada nesta quinta-feira, 24, com prazo de 48 horas da data de convocação, em pleno recesso parlamentar, na tentativa de fazer uma aprovação sem conhecimento dos servidores e da população Gurupiense.

“Acreditamos que a reforma administrativa tem impacto negativo nos PCCRs dos servidores municipais, o que prejudica imensamente as carreiras dos servidores públicos, somos contrários a qualquer ato que reduza direitos já conquistados ou que permeie sobre a meritocracia, concedendo privilégios com cunhos eleitoreiros”, disse Gabriela Zanina, presidente do Sintet Regional de Gurupi.

Gabriela Zanina
Presidente do Sintet Regional de Gurupi e Diretoria.