Ultimas Notícias

Educação dá prazo de 30 dias para que Prefeitura responda reivindicações em Colinas



Educadores da rede municipal de Colinas do Tocantins estabeleceu um prazo máximo de trinta dias, para que a Prefeitura Municipal manifeste uma resposta sobre a pauta da Educação. Caso a gestão não responda dentro do prazo corrido, a categoria vai se reunir em assembleia para discutir um movimento mais contundente.

Os profissionais da Educação estiveram reunidos em assembleia, na quarta-feira, 30 de janeiro, em Colinas, para deliberar sobre a seguinte pauta de reivindicações:

Pagamento dos retroativos das progressões 2017; pagamento das progressões 2018, data-base 2018; e convocação dos servidores (em remanejo de função) para se apresentarem em sala de aula.

A categoria decidiu encaminhar ofício à prefeitura cobrando um posicionamento de como e quando será atendida a pauta financeira, bem como resolver com agilidade, dentro das determinações legais, a vida laboral dos servidores em remanejo de função.

Participaram ainda da assembleia, o vice-presidente do Sintet, Iata Anderson Vilarinho e o Secretário de Assuntos Municipais, Joelson Pereira, além da presidente do Sintet Regional de Colinas, Railma Martins.

Railma Martins #Colinas #Educação #Greve