Ultimas Notícias

Educadores decretam “Estado de Greve" em Formoso do Araguaia


Os profissionais da Educação de Formoso do Araguaia decretaram “Estado de Greve”, em assembleia realizada nesta terça-feira, 26 de fevereiro. A decisão da categoria é em protesto contra a reforma administrativa, publicada pelo Decreto N°0015/19, de 10 de janeiro, proposto pela Prefeitura Municipal. O Estado de Greve da categoria é um alerta para o empregador quanto a possibilidade de deflagração de fato da greve pelos profissionais.

“Somos contra a total falta de interesse da gestão em não cumprir o Plano de carreira, contra a tabela existente, onde não querem pagar a carga horária trabalhada dos professores, em que os mesmos irão ter prejuízos nos seus salários, as demandas são várias, tanto para os professores como para o administrativo”, disse a presidente do Sintet Regional de Gurupi, Gabriela Zanina.

De acordo denunciou Gabriela, a Prefeitura deve retroativos do Piso do Magistério, referente ao ano de 2017 e progressões vencidas há mais de 10 anos, e que nunca foram pagas aos professores. Também estão vencidas as progressões do Pro- funcionário, que dispõe sobre a evolução funcional dos servidores administrativos.
“O que a Gestão está fazendo com essa nova tabela é um retrocesso, em que sacrifica o trabalhador, não estão respeitando o PCCR da categoria, o Conselho Municipal de Educação e nem mesmo a normativa do Estado. A categoria chegou no limite e estamos unidos para ir às ruas se for preciso, para exigir respeito e cobrar nossos direitos adquiridos com muito esforço” concluiu Zanina.