Ultimas Notícias

Sintet se posiciona sobre gratificação para professores regentes



O Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (Sintet), através da regional de Guaraí, informa que não é contra a prefeitura de Guaraí pagar uma gratificação para professores regentes, no entanto observa, que seria mais prudente se a Gestão valorizasse a categoria, aplicando os recursos do Fundeb para o cumprimento do Piso Salarial Profissional Nacional do Magistério na carreira.

A Câmara Municipal de Guaraí aprovou na segunda-feira (10/09), o projeto protocolado no mês passado, que legaliza o pagamento de gratificação para professores regentes. O projeto não define o valor exato da gratificação, mas permite a oferta de até 50% de gratificação sobre o salário.

O Sintet defende que a Gestão precisa se comprometer em cumprir a valorização no início da carreira, atendendo todos os professores que estão com as tabelas salariais defasadas.

“É louvável que os professores regentes ganhem um incentivo, mas lembramos que muitos professores que hoje estão fora de sala, que estes também já contribuíram com a Educação municipal, alguns estão afastados inclusive por terem adoecidos no exercício da função”, disse a presidente do Sintet Regional de Guaraí, Iolanda Bastos.

O sindicato lembra ainda, que a Prefeitura se comprometeu no período da greve da categoria, de apresentar uma proposta de reajuste das tabelas salariais, acordo negociado para suspensão do movimento.