Ultimas Notícias

O Sintet defende a vida, mas o tolo diz o contrário



“Honroso é para o homem desviar-se de questões, mas todo tolo é intrometido. Provérbios 20.3

Nada mais adequado que um proverbio como o citado acima para referenciar uma resposta aos inquisidores cotidianos que miram os professores para vomitar suas palavras de ódio. “A boca fala do que está cheio o coração”.

Ora! Que dia que o professor parou de trabalhar durante a pandemia do coronavírus? Que dia a escola fechou? A escola nunca parou!

Os professores, bem como a equipe escolar, nunca pararam um só dia de trabalhar. Pelo contrário, os profissionais da educação levaram a escola para suas casas. Para o home office. Sem qualquer suporte tecnológico do Estado – do Governo Federal, o primeiro a boicotar o suporte tecnológico para a educação. Suas casas viraram salas de aulas, seus celulares e notebooks pessoais foram transformados em equipamentos de trabalho. Tiveram que se adaptar a pandemia para continuar trabalhando - em casa. Consumindo sua internet, com aumento de consumo da sua energia elétrica; sem privacidade, sem limite de horário de expediente. Foram obrigados a “se virar”, gravar aulas em vídeo, dar aulas online, planejar aulas em casa para entregar os blocos de estudo para os estudantes.

Que professor não está em três ou quatro grupos de WhatsApp da escola? Para atender em tempo integral: a comunidade escolar, o aluno, o pai/mãe do aluno, o orientador e o diretor da escola, a direção regional de ensino?

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (Sintet) defende sim, sua categoria, os profissionais da educação. Não somos tolos. Defendemos sim, a vida das pessoas, a vacina. “Essencial é a vida, aulas se recuperam, vidas não. Nosso dever nesse momento é defender a vida, ainda que a de tolos, como os que sem nenhum conhecimento atacam os profissionais da educação.

Não vamos nos alongar, mas argumento temos sobrando para combater a fala dos tolos. Para as agressões verbalizadas, ainda que por tolos e em redes sociais, vamos representar ação judicial, afim de referendar respeito a quem é de direito; respeito ao professor!

Confira o significado da palavra tolo.
(origem duvidosa)
adjectivo e nome masculino

1. Que ou quem revela falta de inteligência = NÉSCIO
2. Que ou o que se considera simplório ou ingénuo
3. Que ou quem presume muito de si. = PRESUNÇOSO
4. Que ou quem revela falta de sanidade mental. = DEMENTE, DOIDO, LOUCO
5. Que não tem nexo ou significação (ex.: fez um discurso tolo). = DISPARATADO
6. Pasmado; boquiaberto (ex.: ficou tola com o tamanho do arranha-céus).
7. Merecedor de escárnio ou de chacota (ex.: tinha uma maneira de andar tola). = RIDÍCULO

"tolo", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/tolo [consultado em 15-06-2021].