Aposentados fazem novo protesto pela retirada do aumento da alíquota de 14% a partir de 23/10

29/09/2022 29/09/2022 10:35 99 visualizações

 

IMPACTOS DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

 

Prefeitura informa que vai receber o Sintet na próxima quinta, 06 de outubro

 

Os servidores públicos aposentados da rede municipal de educação de Araguaína realizaram uma nova caminhada nesta quinta-feira, 29 de setembro. O protesto aconteceu após assembleia da categoria realizada no Sintet e seguiu das ruas de Araguaína até o gabinete do prefeito municipal, Wagner Rodrigues.

As manifestações acontecem após várias tentativas sem sucesso na negociação com o prefeito, para que fossem retirados o desconto da alíquota de 14% de desconto nos salários dos servidores já aposentados do município.

A medida tomada pela prefeitura virou lei, e a justificativa é que há necessidade de pagar uma dívida do Instituto Municipal de Previdência de Araguaína - ÍMPAR, dívida que foram os ex-prefeitos que geraram e agora quem vai pagar são os aposentados.

“Essa dívida não foram os aposentados que criaram, quem criou é quem deve pagar”, disse Rosy Franca, presidente do Sintet Regional de Araguaína.

 

O projeto de lei que trata da mudança da alíquota da previdência onerando os trabalhadores que já estavam aposentados antes da lei entrar em vigor foi aprovado pela Câmara Municipal em junho de 2022 e os aposentados vem incansavelmente lutando para que não haja o desconto que está previsto para dia 23 de outubro de 2022.

A prefeitura informou ao Sintet que vai receber o sindicato para discutir o assunto na próxima quinta-feira, 06 de outubro, às 9h da manhã.